terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Eu carrego o seu coração comigo

Eu carrego no meu coração

Eu nunca estou sem ele

Aonde quer que eu vá você vai,meu querido

E o quer quer que eu faça sozinha,foi você meu querido

Eu não temo o destino

Porque você é o meu destino,minha doçura

Eu não quero o mundo por mais belo que seja

Porque você é o meu mundo,minha verdade




segunda-feira, 9 de novembro de 2009


O meu mundo não é como o dos outros, quero demais, exijo demais; há em mim uma sede de infinito, uma angústia constante que eu nem mesma compreendo, pois estou longe de ser uma pessoa; sou antes uma exaltada, com uma alma intensa, violenta, atormentada, uma alma que não se sente bem onde está, que tem saudade... sei lá de quê!"


Florbela Espanca



sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Disseram-me hoje, assim, ao ver-me triste:
“Parece Sexta-Feira de Paixão.
Sempre a cismar, cismar de olhos no chão,
Sempre a pensar na dor que não existe…

O que é que tem?! Tão nova e sempre triste!
Faça por estar contente! Pois então?!…”
Quando se sofre, o que se diz é vão…
Meu coração, tudo, calado, ouviste…

Os meus males ninguém mos adivinha…
A minha Dor não fala, anda sozinha…
Dissesse ela o que sente! Ai quem me dera!…

Os males de Anto toda a gente os sabe!
Os meus …ninguém… A minha Dor não cabe
Em cem milhões de versos que eu fizera!…




sábado, 24 de outubro de 2009

Me mostre, me mostre, me mostre
como você faz esse truque."
"O único que me faz gritar..." - ela disse.
"O único que me faz sorrir..." - ela disse.
E atirou os braços em volta do meu pescoço.
"Me mostre como você faz isso
e eu te prometo, eu te prometo que
eu fugirei com você.
Eu fugirei com você..."

Girando até ficar tonto,
eu beijei seu rosto, beijei sua cabeça
e sonhei com todas as maneiras diferentes
pra fazer você brilhar.
"Por que você está tão longe?" - ela disse.
"Por você nunca soube que eu estou apaixonado por você,
que eu estou apaixonado por você?"

Você... Suave e única.
Você... Perdida e sozinha.
Você... Estranha como os anjos.
Dançando nos mais profundos oceanos,
girando na água...
Você é como um sonho,
assim como eu tenho sonhado.

A luz do dia me deixou em forma,
eu devo ter adormecido por dias.
E movi meus lábios para respirar seu nome,
eu abri meus olhos
e me encontrei sozinho, sozinho...
Sozinho a atormentar o mar
que roubou a única garota que eu amei
e afogou-a dentro de mim.

Você... Suave e única.
Você... Perdida e sozinha.
Você... É como o paraíso.






quarta-feira, 21 de outubro de 2009


E eu quero acreditar em você
Quando você diz que tudo ficará bem
Sim, eu tento acreditar em você
Mas eu não consigo
Quando você diz que vai ser de um jeito
sempre acaba ficando de outro
Eu tento acreditar em você

terça-feira, 13 de outubro de 2009




O destino é tão cruel
Agora eu deveria ter conhecido
Cegos conduzindo o cego
Colher o que eu já semeava
Se todos os montantes a nada
Por que, então, estou de pé nesta linha?

Inferno ainda está sobrecarregado
Devo repousar e aguarde na linha
Eu nunca posso saber ao certo
Quando será a minha vez
Como eu era considerado mal?
Prazeres tomados nesta vida
Alguém me concedeu recuperação
Décadas gastas na contenda

Levou a nada
Repetida na minha mente
Levou a nada
Se só eu nasci outra vez




quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Amor não significa nada
Amor significa ódio

O amor parece separar seus sonhos do seu destino

Amor é medo
Amor é dor

Amor é o inimigo que o torna louco

Amor é morte

Amor é doença
Amor é escuridão

Amor é a maldição que o rompe em pedaços

Amor é pecado
Amor é frio

O amor é a razão quando sua alma está entregue

(Eu sou dor...)

Livre sua mente
Livre sua alma das correntes do amor correntes do amor
Livre sua mente
Livre sua alma das correntes do amor correntes do amor

Eu não acredito
Eu não acredito no amor
Eu não acredito


quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Chora menina,
chora no seu quarto escuro
Entre a angústia que aperta
e a morte que é certa
Nada é a escuridão
para quem é filho da solidão

Chora menina,
chora no seu quarto escuro
O que temer desse mistério,
confinada em um cemitério
Se apenas os mortos a ouvem chorar
e Deus não te ouve orar

Chora menina,
chora no seu quarto escuro
De nada nos adianta odiar
quando já nos foram matar
Assim que inútil é gritar,
a saída é escondida chorar

Chora menina,
chora no seu quarto escuro
Espere que um dia hão de se compadecer
aqueles que tu deixas te bater
Espere que olhe a um oprimido
outros olhos refletindo caráter destruído

Chora menina,
chora no seu quarto escuro
Permita-me ceder meu lenço,
pois lágrimas, há muito, dispenso
Não faço da vergonha meu véu
nem da minha dor, alheio troféu

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Eu não consigo sentir meus sentidos
Eu apenas sinto frio
Todas as cores parecem desaparecer
Eu não consigo alcançar minha alma
Eu pararia de correr
Se eu soubesse que havia uma chance
Me machuca ter que escarificar tudo
Mas eu sou forçada a desistir
Diga-me que estou congelada
O que eu posso fazer?
Não posso dizer as razões
Pelas quais fiz isso por você!
Quando mentiras se tornam verdades
Eu sacrifico tudo por você
Você diz que eu estou congelada
O que eu posso fazer?!

Eu posso sentir sua tristeza

Você não me perdoará
Mas eu sei que você ficará bem
Me machuca saber que nunca entenderá
Mas eu tenho que desistir
Tudo irá embora
Pedaços destroçados ficarão pelo caminho
Quando lembranças se tornam vastidão
Apenas o tempo dirá quanto ao destino
Se tudo foi em vão

Eu apenas sinto frio



quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Amor Morto

Eu não presto atenção ao que você faz a mim
Eu não presto atenção ao que eu não posso ver
Se você se preocupa, você ficará comigo
Se você ousa, você me deixará livre

Se você me deixar tentar, eu deixarei vc ver novamente
Se eu deixar você morrer, você me deixará dormir novamente
Você venderia sua alma por um jogo que você gosta de jogar?
Se você me deixar ir, eu queimarei seu coração fora

Bem, você está aqui, quando você deveria ter ido embora
E meu coração, bem, se petrificou
Se eu estiver morto até que você descubra o porquê eu fui embora
Apenas diga adeus


segunda-feira, 10 de agosto de 2009

sábado, 1 de agosto de 2009


sopra um vento tão frio aqui em minha solidão os minutos são ano se a lua se escondeu continuo sozinha e minha casa é uma prisão a ilusão derepente foi embora e só restou uma pedra de gelo dentro do meu coração eu ainda não sei como esquecer o seu amor eu ainda não sei como acalmar a minha dor eu ainda me lembrodos momentos de paixão e ainda te espero a cada nova estação que falta minha vida é tão cinza sem a luz do seu olhar eu não perco a esperança sei que um dia vai voltar te procuro em silêncio te imagino ainda aqui eu escuto seus passo é difícil suportar todo dia pergunto como foi que te perdi eu ainda sei que te amo e sigo apaixonada eu ainda estou te esperando te quero do meu lado


sexta-feira, 31 de julho de 2009

O que eu faço com Todas as cicatrizes que nunca curaram Todos os machucados que não irão fechar Eu não esquecerei aquele dia Essas memórias nunca irão desaparecer
Eu vim para te trazer o inferno eu vim pra te trazer a dor que me fez passar


quinta-feira, 30 de julho de 2009

video
Fique calmo Leve, escura e sem sonhos Muito abaixo dos meus pesadelos E solidão Eu me odeio Por respirar sem você Eu não quero sentir mais nada por você De luto por você Eu não estou de luto por você Nada pode empobrecer o amor real E embora eu possa ter perdido meu caminho Todos caminhos me levam direto para você Eu quero ser como você Repousar fria na terra como você Barreiras entre nós Derretam e nos deixe sozinhas novamente Sussurrando, assombrando em algum lugar lá fora Eu acredito que nosso amor pode nos ver através da morte

Você não está sozinha Não importa o que te disseram, você não está sozinha Eu estarei bem ao seu lado para todo o sempre Eu quero ser como você E quando nos deitarmos numa felicidade silenciosa Eu sei, você se lembrará de mim Eu quero ser como você Repousar fria na terra como você Eu estou indo por você



terça-feira, 28 de julho de 2009


Lembra-se da manhã
Em que eu te disse adeus?
Justamente quando uma nova estava alvorecendo
Uma parte de mim morreu

De alguma forma eu devo tentar
Me acostumar a viver sozinho
Se eu pudesse apenas segurá-la mais uma vez
Eu nunca soltaria


Poupe-me uma reza
Quando o dia tornar-se noite

você não irá
Mostrar-me a luz?
Um dia - irei voltar para meu coração e alma novamente
Um dia - eu juro, juro pelo seu nome

Memórias me mantém acordado
E você está lá ao meu lado
Eu imagino se é apenas em minha mente
Que estou vivo


Quando o dia tornar-se noite
você não irá
Dizer-me que estou certo?

Um dia - irei voltar para meu coração e alma novamente
Um dia - eu juro, juro pelo seu nome



sábado, 25 de julho de 2009


Como eu posso decidir o que é certo?Se você está bagunçando minha mente Não posso ganhar suas causas perdidas O tempo todo
Nunca vou conseguir conquistar o que é meu Quando você está sempre tomando partidos Mas você não vai tirar meu orgulho Não, não desta vez Não desta vez

Como foi que chegamos até aqui? Bom, eu costumava te conhecer tão bem.Como nós chegamos aqui?Bom, eu acho que sei


A verdade está escondida em seus olhos E está na ponta da sua língua Apenas fervendo no meu sangue,mas você acha que eu não consigo ver O tipo de homem que você é Se é que você é mesmo um homem Bom, eu vou descobrir essa por minha conta.

(Estou gritando "Eu te amo tanto” Mas meus pensamentos você não pode decodificar)


quinta-feira, 16 de julho de 2009


Para Sempre Há uma dor aqui dentro Que eu não consigo definir Há um espaço vazio Onde seu amor costumava brilhar Da noite que nos conhecemos Até o dia que você morreu Você acha que eu queria? Você ainda acredita que eu tentei? Cedo demais, nós nos separamos E a vida tinha apenas começado Você irá reviver Do caos em minha mente Onde ainda estamos juntos retidos? Você estará lá Esperando junto aos portões do amanhecer Quando eu fechar meus olhos para sempre? Eu pertenço a você Você pertence a mim É como as coisas são e Sempre planejavam ser Como a estrela da manhã E o sol nascente Você carrega minha vida E me perdoa pelo que eu fiz Cedo demais nos separamos Nas trevas e na luz Você irá reviver Do caos em minha mente Onde ainda estamos juntos retidos? Você estará lá Esperando junto aos portões do amanhecer Quando eu fechar meus olhos para sempre? Salve-me Reverta como eu estou pensando em você Cada respiração que eu dou Me traz mais próximo Mais próximo à eternidade, a você Estou esperando pelo dia que eu partir




quarta-feira, 15 de julho de 2009

Um Último SuspiroPor favor, venha agora, eu acho que estou caindoEu estou me segurando em tudo que acho ser seguroParece que eu achei a estrada para lugar nenhumE eu estou tentando escaparEu gritei quando ouvi o trovãoMas estou no meu um último suspiroE com ele deixe-me dizer,Deixe-me dizerSegure-me agoraEu estou a seis passos do precipício e eu estou achando queTalvez seis passosNão sejam tão distantes assim.Estou olhando para baixo agora que tudo acabouRefletindo sobre todos os meus errosEu pensei que havia encontrado a estrada para algum lugarAlgum lugar em sua graçaEu clamei aos céus "salve-me"Mas estou em meu último suspiroE com ele deixe-me dizer,Deixe-me dizerSegure-me agoraEu estou a seis passos do precipício e eu estou achando queTalvez seis passosNão sejam tão distantes assimOlhos tristes me seguemMas eu ainda acredito que tenha restado algo para mimEntão, por favor, venha ficar comigoPorque eu ainda acredito que tenha restado algo para mim e para vocêPara mim e para vocêPara mim e para vocêSegure-me agoraEu estou a seis passos do precipício e eu estou achandoSegure-me agoraEu estou a seis passos do precipício e eu estou achando queTalvez seis passosNão sejam tão distantes assimSegure-me agoraEu estou a seis passos do precipício e eu estou pensando queTalvez seis passosNão sejam tão distantes assimPor favor, venha agora, eu acho que estou caindoEu estou me segurando em tudo que acho ser seguro