sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

A chama mais brilhante queima mais rápido
É o que eu ouvi ele dizer
Mas eu devo encontrar meu caminho
Deixe meu coração ir
Deixe -me crescer
Mamãe deixe meu coração ir
deixe este coração em paz


Nunca te pedi
Mas nunca dei
Mas você me deu seu vazio e vou levá-lo até minha sepultura
Nunca te pedi
Mas nunca te dei
Mas você me deu seu vazio e vou levá-lo até minha sepultura
Então deixe este coração em paz
Eu achava que seu amor era certo
E todas as coisas que você me disse
Eu preciso de seus braços para me acolher
Mas uma pedra fria é tudo o que vejo

3 comentários:

  1. Lindo poema... demasiado triste e forte ao mesmo tempo. Adorei.

    Beijos sangrentos da vampira Laysha.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir